No início da segunda sessão, o secretário geral do Sínodo da Amazônia, cardeal Lorenzo Baldisseri, como de costume deu alguns avisos aos presentes. Um desses anúncios, contudo, foi motivo de comemoração por alguns dos bispos e cardeais.

O secretário geral anunciou que, para as próximas reuniões do Sínodo, todos estavam liberados para utilizarem clérgima ao invés da batina. No momento do anúncio foi possível ouvir pessoas aplaudindo a decisão.

O Secretário geral alertou também para que não enviassem as batinas de volta para casa pois será necessário utilizá-la no encerramento do Sínodo, dia 27 de outubro.

Assista abaixo o momento que o aviso foi feito, a partir de 1min e 14seg.