fbpx

Buscar a paz não significa ser pacifista

Formações, análises e notícias católicas

Buscar a paz não significa ser pacifista

Buscar a paz não significa ser pacifista – Um vídeo sobre o desarmamento.

Nós cristãos devemos sempre buscar a paz, mas não significa que devemos ser pacifistas, abdicando do nosso direito à legítima defesa.

Não é de hoje que a CNBB diz: que “temos que apoiar o desarmamento da população, pois armas geram violência… Não podemos apoiar candidados que são a favor das armas… etc.”

Mas a Igreja nos ensina que somos obrigados à legítima defesa, como está escrito no CATECISMO DA IGREJA CATÓLICA (2265): “A legítima defesa pode ser não somente um direito, mas até um grave dever para aquele que é responsável pela vida de outrem. Defender o bem comum implica colocar o agressor injusto na impossibilidade de fazer mal. É por esta razão que os detentores legítimos da autoridade têm o direito de recorrer mesmo às armas para repelir os agressores da comunidade civil confiada à sua responsabilidade.”

Leia também: Qual a orientação da Igreja sobre a Redução da Maioridade penal?

Assista o vídeo abaixo no youtube:

Atenção!

Frente à gravidade das propostas, e todo contexto entorno do Sínodo da Amazônia, preparamos uma série de vídeos que visam trazer à luz detalhes desconhecidos do Sínodo, e que podem ter efeito negativo na vida de todos os católicos.

Clique Aqui para assistir