fbpx

Cardeal Marx considera possível ordenar homens casados ​​em algumas regiões e sob certas condições

Formações, análises e notícias católicas

Cardeal Marx considera possível ordenar homens casados ​​em algumas regiões e sob certas condições

O arcebispo de Munique e o presidente da Conferência Episcopal Alemã, cardeal Reinhard Marx, opinaram que em algumas regiões e sob certas condições homens casados ​​poderiam ser ordenados sacerdotes, dispensando o celibato.

InfoCatólica ) Em declarações ao Frankfurter Allgemeine Sonntagszeitung, coletadas através do site da Conferência Episcopal Alemã , o cardeal diz que “pode-se concluir que faz sentido, sob certas condições e em certas regiões, permitir padres casados “

O cardeal respondeu assim a uma pergunta sobre a possível admissão ao sacerdócio de homens casados ​​no próximo Sínodo da Amazônia , que será realizado em outubro próximo em Roma, 

Precisamente a questão do celibato também será abordada no sínodo da Igreja na Alemanha , que ocorrerá em setembro. E será feito em relação aos escândalos por abuso sexual no clero. O cardeal diz que ” não se trata apenas do celibato, mas do futuro do estilo de vida sacerdotal “. O que importa para ele é “se você pode viver o celibato e como pode viver de tal maneira que seja um sinal positivo e não prejudique os padres em suas vidas”. Mas, ele acrescenta, “não haverá caminho alemão especial”.

Leia também:Cardeal Sarah: O sínodo da Amazônia ‘romperia definitivamente’ com a tradição ao permitir padres casados, ministérios femininos

De acordo com um estudo encomendado pela Conferência Episcopal Alemã, a porcentagem de abusos entre diáconos permanentes e não celibatários é quatro vezes menor que entre os padres . Este estudo, no entanto, não menciona nada sobre a tendência sexual dos agressores , que no caso dos diáconos é quase sempre a heterossexualidade.

O cardeal acredita que os critérios de admissão ao sacerdócio não devem apenas ser reduzidos, mas reforçados :

“É possível que (os critérios) precisem ser ainda mais rigorosos, e quando se trata da maturidade pessoal de um candidato, eu devo ter a certeza moral de que ele pode lidar com seu estilo de vida celibatário “.

Clique aqui para saber mais sobre o sínodo da Amazônia