fbpx

Cardeal Müller: “O maior erro foi colocar ídolos dentro da Igreja e não jogá-los fora”

Formações, análises e notícias católicas

Cardeal Müller: “O maior erro foi colocar ídolos dentro da Igreja e não jogá-los fora”

O Cardeal Gerhard Müller lançou uma forte declaração contra a instalação de “ídolos” em uma igreja romana para o Sínodo da Amazônia.

Por LifeSiteNews, WASHINGTON, DC, 24 de outubro de 2019 | Tradução: FratresInUnum.com – Em um trecho de uma entrevista nesta noite com Raymond Arroyo, em seu programa The World Over, transmitido pela EWTN, o Cardeal Müller afirmou que “trazer os ídolos para uma igreja é um pecado grave, um crime contra a lei divina”.

Müller é ex-Prefeito da Congregação para a Doutrina da Fé.

Os comentários foram feitos após Arroyo mencionar o fato de que pessoas removeram os controversos ídolos pagãos da Igreja de Santa Maria del Traspontina e os jogaram no Rio Tibre, pedindo o comentário do Cardeal.

“O grande erro foi trazer os ídolos para a igreja”, respondeu o cardeal, “não retirá-los, porque segundo a Lei do próprio Deus — o primeiro mandamento –, a idolatria é um grave pecado e não se deve misturar [os ídolos] com a liturgia cristã”.

“Retirá-los”, continou Müller, “jogá-los fora, pode ser contra a lei humana, mas trazer os ídolos para dentro de uma igreja foi um pecado grave, um crime contra a Lei de Deus”.

“É uma diferença profunda”.

Assista ao diálogo: 

 cardeal alemão recentemente fez alguns fortes comentários contra o paganismo que pode ser visto no Sínodo da Amazônia. Em um comentário escrito para LifeSiteNews, ele lamenta que “nem mesmo bispos percebem quando a divisa do velho paganismo foi cruzada”, e explica que a idolatria e a superstição são “pecados contra Deus, porque confundem o Criador com sua criação”.

“A adoração a Deus”, explica ele, “é a verdadeira teologia da libertação do medo, do pavor e da insegurança que nos vem do mundo material e dos homens. E só com a ajuda do Evangelho e da graça de Cristo, uma cultura pode desenvolver suas influências positivas e ser libertada do poder do mal”.

O Cardeal Müller então recordou também as palavras ditas por São Pedro: “Vós sois o Cristo, o Filho de Deus vivo”.

Entenda

Na manhã de ontem (21), um vídeo foi publicado on-line mostrando um católico indignado com os atuais acontecimentos no Vaticano, em função do Sínodo da Amazônia, pegando as estátuas “Pachamama” da igreja de Santa Maria na Transpontina em Roma e jogando-as no rio Tibre.

- Continua após a publicidade -

 

No vídeo do YouTube é possível acompanhar os passos da pessoa que removeu as estátuas da igreja antes de colocá-las na beira da Ponte Sant’Angelo e empurrá-las para o rio abaixo. 

Assista: