Convidados por Bolsonaro, protestantes farão jejum no domingo e católicos na Sexta-feira da Paixão


Bolsonaro pediu aos brasileiros um dia de jejum e oração pelo Brasil e o fim da pandemia.

Nesta quinta-feira (3) durante entrevista ao Programa Pingos no Is, da Jovem Pan, o Presidente pediu licença aos jornalistas para responder aos anseios do povo:

‘A gente vai fazer nossa parte! Vamos vencer essa batalha, se Deus quiser! Vamos levar no mínimo um ano para voltar ao que eramos em janeiro, mas o Brasil tem um potencial muito grande; tem uma equipe de ministros muito boa – trabalham incessantemente! O Brasil vai dar certo! Tenho certeza! Tenho fé em Deus! Eu sou católico, a minha esposa é evangélica […] então, a gente vai, brevemente, junto com os pastores, padres, religiosos… anunciar, pedir, um dia de jejum para todo Povo Brasileiro, para que o Brasil fique livre desse mal [crise do coronavírus] o mais rápido possível.’

Diante do pedido do Presidente da Republica, diversos pastores protestantes apoiaram a proposta e orientam seus fiéis para fazerem deste domingo um dia de Jejum e Oração.

Os católicos, por outro lado, são orientados a não realizarem jejuns e penitências aos domingos, por celebrarem a alegria da ressurreição. Por este motivo, a data do jejum e oração será na Sexta-feira da Paixão de Nosso Senhor Jesus Cristo.

Padres e bispos vieram às redes sociais orientar os fiéis que o Domingo não é um dia de penitência e jejum, mas que os católicos podem fazer jejum e rezar nesta intenção na Sexta-feira da Paixão.

 

Ajude a manter nosso apostolado. Clique aqui para visitar nossa Loja Virtual

 

A sexta-feira da semana santa já é um dia de recolhimento, oração, penitência e jejum, conforme orientam os cânones 1250, 1251 e 1252 do código de direito canônico. Neste dia os católicos são obrigados a praticar o jejum e a abstinência de carne.

A prática do Jejum consiste em abster-se do alimento fazendo apenas uma refeição completa durante o dia. Ele é obrigatório para as pessoas maiores de 18 e menores de 60 anos. Fora desses limites, é o Jejum é opcional. Também estão dispensados pessoas doentes, gestantes, ou trabalhadores que façam um trabalho braçal muito pesado, que necessitem das duas refeições completas.

Juntamente com o Jejum, também é obrigatório a Abstinência de comer carne. Ela é obrigatória para todas as pessoas a partir dos 14 anos de idade.

Além da Sexta-Feira Santa, a Santa igreja determina que todo católico deve fazer abstinência de carne todas sextas-feiras do ano. O gesto, dependendo da determinação da Conferência Episcopal de cada país, pode ser substituído por outro tipo de mortificação.

Entenda mais o motivo dos católicos não realizarem jejum aos domingos: