fbpx

Papa Francisco enviou uma carta de apoio ao Lula?

Formações, análises e notícias católicas

Papa Francisco enviou uma carta de apoio ao Lula?

TESTEMUNHO DE CURA DE UMA JOVEM SOBRE O SEXO

Na manhã desta quarta-feira, 29 de maio, recebemos muitos questionamentos, perguntando se realmente a notícia de que o Papa Francisco enviou uma carta para o Lula, seria verdadeira.

Até o momento, com as informações que recebemos, aparenta ser verdadeira. Ela seria uma resposta a uma carta anterior enviada por Lula ao Sumo Pontífice.

Segue abaixo algumas constatações:.

1- O Papa e seus assessores respondem a todos que enviam cartas a Santa Sé. É um procedimento padrão.

2 – A carta repete as diretrizes que devem nortear um chefe de Estado segundo o ensino católico, citando inclusive seus antecessores.

3 – Não há na carta nenhum juízo de valor sobre o ponto de vista do condenado, nem nada a respeito da situação judicial do ex-presidente. Lula não é tratado como “preso político”. Não há nenhuma aprovação aos crimes do ex-chefe de Estado. Não há proselitismo político ou ideológico.

3 – As mensagens do Santo Padre sempre mostram compaixão com todos. O Papa presta condolências pelas perdas de entes queridos do ex-chefe de estado – o que é realmente triste, independentemente do uso político que delas foi feito.

4- A carta diz que podemos passar do pecado que nos separa de Deus para a amizade que nos une a Ele. Diz também que o bem vence o mal, a verdade vence a mentira, a salvação vence a condenação; tudo isso no contexto da Ressurreição do Senhor. Quer dizer, o Papa aproveitou a oportunidade para evangelizar.

5 – Não se encontra nada na carta que ponha em risco a fé.

6 – Por fim, é óbvio e previsível que os petistas utilizarão a carta como desculpa para “inocentar” o chefe. É previsível também que muitos neoconservadores histéricos dirão que o Papa é “petista” ou algo do tipo. É o golpe perfeito contra a Igreja.

Segue a foto da carta e seu conteúdo na íntegra:

- Continua após a publicidade -

 

Os Youtubers Bernardo Küster e Nando Moura fizeram uma análise muito esclarecedora sobre o assunto, assista: