fbpx

Mais uma vez Netflix e Porta dos Fundos se unem para profanar Jesus Cristo

Formações, análises e notícias católicas

Mais uma vez Netflix e Porta dos Fundos se unem para profanar Jesus Cristo

A pretexto de se fazer humor, porta dos fundos e outros humoristas faltam o respeito e se ofende de maneira grosseira a fé de 170 milhões de brasileiros.

No embalo das agressões a Fé Cristã o grupo “Porta dos Fundos”, em plena celebração do Natal de Jesus Cristo, zomba, ridiculariza e escarnece de modo vexatório a Sagrada Família (Jesus, Maria e José) e ultraja especialmente a pessoa de Jesus e de Deus Pai.

A Primeira Tentação de Cristo mostra uma festa surpresa que José e Maria prepararam para seu filho Jesus (Gregório Duvivier), que chega acompanhado de um suposto “namorado” Orlando (Fábio Porchat). Na celebração de 30 anos de Jesus Cristo, com todo tipo de convidados, dos Três Reis Magos até uma prostituta chamada Telma. Mas, o convidado mais especial da festa, além do próprio aniversariante, é próprio Deus.

Assista este vídeo:

NETFLIX

Não é de hoje que a empresa NETFLIX ofende a fé de milhões de católicos.

A empresa que fez sucesso um estrondoso com a proposta de levar filmes e séries sob demanda, conseguiu conquistar muita gente apresentando filmes e séries de grande sucesso em seu portfólio.

O problema começou quando a empresa de streaming começou a produzir seus próprios filmes e séries, que foram alvo de crítica de grande parte dos assinantes.

Além de não manter a mesma qualidade das grandes produções, ainda promovem pautas que vão de encontro a valores de muitos de seus clientes, principalmente os que possuem fé cristã.

Com teor altamente erótico, as produções da Netflix ajudam a promover temas que vão desde o Aborto, Feminismo, Ideologia de Gênero, até mesmo ofensas diretas contra a Fé Cristã e Satanismo.

- Continua após a publicidade -

 

No ano passado uma outra produção dos Portas dos Fundos com ofensas e ataques diretos à Fé Cristã foi promovida pela Netflix. O que eles chamam de “especial de natal”, Se beber, não ceie chegou até a vencer o Emmy Internacional na categoria “Melhor Comédia”, o que demonstra que ataques a fé serão cada vez mais estimulados e financiados pelos grandes órgãos de comunicação mundial.

Recentemente a Netflix demonstrou seu caráter de maneira mais clara e objetiva, unindo-se a outras grandes produtoras contra o governo de alguns estados dos Estados Unidos que criaram leis contra o aborto, ameaçando retirar seus estúdios dos estados que dificultarem o Aborto, o que acarretaria na perda do emprego de milhares de pessoas.

Já passou do tempo dos cristãos boicotarem esta empresa que investe contra os valores e até mesmo contra sua própria Fé.