Médica receita “Olavo de Carvalho” e diz para paciente evitar ambientes comunistas

Não é mentira, o fato correu mesmo e foi contado pela estudante Ana Paula Blengini em seu perfil no Facebook e já teve milhares de compartilhamentos.

No relato a jovem afirma que a mãe recebeu de uma médica, durante uma consulta, além de orientações para sua saúde, recomendações sobre como lidar com um problema que afeta milhares de estudantes.

A médica alertou a senhora que tinha intenção de cursar Mestrado em Educação na Unicamp, informando que se ela quisesse ter uma saúde saudável, deveria abandonar imediatamente esses planos terríveis, pois do contrário seu quadro de saúde poderia piorar.

O alerta foi baseado no fato que de que a Unicamp (Universidade Estadual de Campinas) é conhecidamente um reduto de simpatizantes à esquerda, onde grande parte dos alunos acabam sendo doutrinados para pensarem da mesma forma.

Ao fim da orientação a médica fez uma receita indicando alguns “remédios” os quais poderiam ajudar no “tratamento” de possíveis doutrinações ideológicas.

A receita indicava:


Ajude a manter nosso apostolado.
Clique aqui para visitar nossa Loja Virtual

Acessar o portal do Padre Paulo Ricardo, conhecido pela excelência e fidelidade de conteúdos e cursos católicos: https://padrepauloricardo.org

Também assistir um curso específico sobre Marxismo do mesmo autor: Revolução e Marxismo Cultural

E por fim recomendou que buscasse conhecer o filósofo e comentarista político Olavo de Carvalho: http://olavodecarvalho.org/

Leia seu relato:

Hoje minha mãe foi a uma médica e, além de falar sobre seus problemas de saúde, conversou sobre seu desejo de fazer mestrado em Educação na Unicamp.

Eis que a médica imediatamente a repreendeu dizendo que, caso ela queira ter uma velhice saudável, precisa imediatamente abandonar esses planos terríveis.

Do contrário, seu quadro de saúde poderia piorar.

Afirmou que a Unicamp é um lugar totalmente dominado pelos comunistas e onde se faz lavagem cerebral.

Minha mãe saiu de lá com receita para ler os livros do Olavo de Carvalho e visitar um site cristão.

No fim a estudante faz uma crítica perguntando se o problema da doutrinação ideológica está realmente nos professores da área de humanas.

Observação: “Certamente, essa receita não foi uma prescrição médica, mas sim uma recomendação informal. Imaginamos que simplesmente a médica não tinha outro papel para anotar na hora, e acabou usando o papel da receita mesmo, o que não é recomendado.

Entretanto não podemos negar que são excelentes dicas, e que fazem muito bem à saúde, disso não há dúvidas!