fbpx

Netflix sofre com boicote após aderir a movimento em favor do aborto

Formações, análises e notícias católicas

Netflix sofre com boicote após aderir a movimento em favor do aborto

Netflix sofre com boicote após aderirem a movimento em favor do aborto

Não é novidade que a empresa de streaming Netflix vem se posicionando cada vez mais ao lado do politicamente correto e impulsionando pautas como Aborto, Feminismo e Agenda LGBT em seu conteúdo online.

Não bastando seu portfólio estar repleto de conteúdo que vão contra os valores morais de grande parte de seus clientes, desta vez a Netflix anunciou que se unirá a grupos para apresentar um recurso contra a lei anti-aborto aprovada recentemente no estado da Geórgia, Estados Unidos, legislação em questão considera ilegal toda interrupção da gravidez a partir do momento em que se detecta a batida do coração do feto, que foi assinada no dia 07/05, pelo governador republicano da Georgia, Brian Kemp.

Devido a esse lei, a Netflix ameaça tirar os investimentos do Estado da Georgia, o que acarretaria em não produzir mais filmes e séries no Estado.

Veja o que Ted Sarandos, chefe de conteúdo da Netflix, afirmou a revista Variety:

“Temos muitas mulheres trabalhando em produções na Geórgia, cujos direitos, juntamente com milhões de outros, serão duramente restringidos por esta lei”

“Se isso entrar em vigor, repensaremos todo o nosso investimento na Geórgia”

Os conservadores da Georgia, em resposta a Netflix, ameaçaram cancelar as suas assinaturas e ir para a concorrência. No Brasil já são muitos os cristãos que já cancelaram suas assinaturas em protesto a este posicionamento da empresa.

Veja alguns exemplos de pessoas, no Brasil, que já cancelaram sua assinatura:

Padre Demétrio

Outros exemplos:

Você, cristão e conservador, já cancelou sua assinatura? Ou continuará financiando o assassinato de bebês?

Atenção!

Frente à gravidade das propostas, e todo contexto entorno do Sínodo da Amazônia, preparamos uma série de vídeos que visam trazer à luz detalhes desconhecidos do Sínodo, e que podem ter efeito negativo na vida de todos os católicos.

Clique Aqui para assistir