Categories: Notícias

Padre constrói menino Jesus gigante para altar e assusta fiéis

Compartilhar

A estátua mede quase 7 metros de altura e mais de 900 kg.

A igreja La Epifanía del Señor, no México, ergueu uma estátua gigantesca do menino Jesus que impressionou muitos fiéis nas redes sociais.

De acordo com o New York Post , a estátua de quase sete metros de altura e mais de 900 kg foi executada pelo escultor Roman Salvador a pedido da igreja. Porém, o próprio responsável pelo local, o padre Humberto Rodriguez, se espantou com o tamanho da obra, e contou que eles “nunca quiseram ter a maior estátua do menino Jesus do mundo”.

- Continua após a publicidade -

Virou “moda” tirar os crucifixos do altar

O padre Juvan Celestino da Silva criticou as igrejas católicas que abandonaram o crucifixo, o que aparentemente é um “modismo”, onde a opção é apenas pela imagem de Cristo. Ele foi categórico ao afirmar que “uma Igreja sem Cruz é uma Igreja herética, uma Igreja “protestantizada”. Devemos reconhecer com pesar que vivemos uma verdadeira crise na teologia da Cruz.

Para o padre, a imagem do “Cristo voador”, presente em algumas Igrejas é um Cristo “lavado e sem sangue, um Cristo enxuto, uma imagem sem graça, sem gosto, ou melhor, de mau gosto, porque está no lugar errado e na hora errada. Pois sabemos que a Igreja militante, é a Igreja da Cruz, do combate… da luta. A Igreja gloriosa nos espera para além deste mundo”.

Embora os argumentos favoráveis a essa opção é mostrar que trata-se de Jesus ressuscitado, Juvan não se conforma. Esse Cristo está “suspenso no ar, sem cruz sem razão de ser. Na verdade por mais que queiram representar o Cristo ressuscitado, a imagem foge totalmente da verdadeira experiência do cristão. Pois sem a Cruz na há salvação e como diz a carta aos hebreus 9,22”.

Ele acredita que trata-se essencialmente de uma questão teológica. “É algo ridículo, um passo a mais para se eliminar o símbolo da Cruz das Nossas Igrejas e das nossas vidas, pois das escolas e ambiente públicos aos poucos já estão tirando. O modismo do Cristo voador é um perigo para a fé… Pintar um Cristo voador e querer compará-lo ao Cristo ressuscitado é no mínimo fantasioso, para não dizer folclórico. Embora alguns querem associá-lo à ascensão”, sentencia.

- Continua após a publicidade -

Por que sempre há um crucifixo nos altares?

Uma pergunta que todo católico precisa saber responder

No centro da ação litúrgica da Igreja, está Cristo e seu mistério pascal. Portanto, a celebração litúrgica deve tornar evidente esta verdade teológica. E, desde quase sempre, o símbolo escolhido pela Igreja para a orientação do coração e da mente do cristão durante a missa ou a liturgia é a representação de Jesus crucificado.

O crucifixo é o principal elemento sobre o altar, porque a missa é o santo sacrifício, memorial da paixão, morte e ressurreição do Senhor.

Antigamente, a liturgia prescrevia o costume de que tanto o sacerdote quanto os fiéis se posicionassem na direção do crucifixo durante a missa. O crucifixo era colocado no centro do altar (que naquela época ficava ligado à parede).

Isso nos dá a entender a centralidade do crucifixo na celebração do culto divino, e era muito mais destacado no passado. De fato, a presença da cruz na celebração da missa está certificada desde o século V.

O crucifixo fica sobre o altar para recordar à assembleia e ao ministro celebrante que a vítima que se oferece sobre o altar é a mesma que se ofereceu na cruz.

- Continua após a publicidade -

Portanto, nunca podemos perder de vista que a missa é um sacrifício – aspecto este que pode se perder quando a celebração se converte em uma festa que só leva em consideração a ressurreição do Senhor, esquecendo-se do seu sacrifício expiatório.

Não podemos nos esquecer de que não há ressurreição sem cruz.

O crucifixo no centro do altar nos indica que o sacerdote celebra a missa frente a Deus, e não como um protagonista diante do povo. A cruz tira o protagonismo do padre e o dá a Cristo; assim, tanto fiéis como sacerdotes vivem a missa olhando para Deus.

A liturgia não é um diálogo entre sacerdote e assembleia. Sacerdote e povo não dirigem um ao outro sua oração, senão que, juntos, a dirigem ao único Senhor.

Olhar para o crucifixo é uma oportunidade para caminhar com o olhar dirigido a Jesus.

O crucifixo sempre deve estar sobre o altar, salvo duas exceções: quando o Santíssimo Sacramento é exposto na custódia e quando a crucificação é a imagem central da pintura ou retábulo atrás do altar.

Alguns poderiam dizer que a cruz no centro do altar não deve ser permitida, pois impede a visão dos fiéis. Mas, na verdade, a cruz sobre o altar não é um obstáculo, e sim um ponto de referência comum.


- Conheça o Acesse: -
- Começou a Black Friday com descontos de até 50% -

- Loja especializada em produtos da Total Consagração -
Clique aqui e conheça

Artigos Recentes

350 mil pessoas exigem que Netflix retire filme do Porta dos Fundos com “Jesus gay”

Que o grupo Porta dos Fundos gera polêmica e revolta cristãos com suas sátiras envolvendo o cristianismo já não é novidade. Porém,… Ler mais

4 horas atrás

Bispos alemães proclamam homossexualidade como algo ‘normal’

A Comissão de Casamento e Família da Conferência Episcopal Alemã chegou a um consenso de que a homossexualidade é uma… Ler mais

6 horas atrás

Católicos formam barreira de oração contra manifestação feminista no Peru

Na véspera da solenidade da Imaculada Conceição, cerca de 150 fiéis católicos rezaram o Rosário por várias horas antes da… Ler mais

1 dia atrás

“Sejamos espertos nas coisas da luz, como os filhos do mundo são nos seus negócios”

Padre Augusto Bezerra faz uma análise sobre as contantes investidas da empresa Netflix contra os cristãos e a onda de… Ler mais

1 dia atrás

Canção Nova anuncia data de abertura do processo de beatificação do Padre Léo

Data da beatificação do padre Leo foi anunciada durante o Hosana Brasil, acampamento da Canção Nova em que fez sua… Ler mais

2 dias atrás

Testemunho incrível de uma Família Numerosa sobre Generosidade

Luís e Maria moram em Campo Grande (RJ). Casaram com a vontade de formar numa grande família, mas não imaginavam… Ler mais

2 dias atrás