fbpx

Padres católicos se unirão aos leigos em oração fora do bar durante a missa negra satânica em Ottawa

Formações, análises e notícias católicas

Padres católicos se unirão aos leigos em oração fora do bar durante a missa negra satânica em Ottawa

OTTAWA, 15 de agosto de 2019 ( LifeSiteNews ) – Pelo menos quatro padres católicos da arquidiocese de Ottawa planejam se unir a um grupo de católicos para rezar do lado de fora do bar de heavy metal The Koven neste sábado à noite enquanto uma missa negra satânica acontece dentro.

“Estaremos lá para orar e interceder, para ser um sinal visível da liderança da Igreja”, disse um dos padres, que preferiu não dar seu nome, à LifeSiteNews.

PETIÇÃO: Pare com a missa negra satânica em Ottawa! Assine a petição aqui.

“Nós não temos intenção de interagir com nenhum dos patronos… certamente nenhuma intenção de causar qualquer confronto ou comoção, mas simplesmente estar lá como líderes espirituais na comunidade, para abençoar as pessoas que vão estar lá em suas orações e intercessões. , para que eles sejam protegidos pelas bênçãos e graças do Senhor ”, disse o padre.

Ele espera que outros padres também participem, já que o arcebispo de Ottawa, Terrence Prendergast condenou o evento, e enviou um memorando a todos os “padres de nós, pessoalmente”, convidando-os a orar em resposta ao evento blasfemo, disse o padre.

O arcebispo “deu sua orientação e suas bênçãos para que orássemos”, disse ele ao LifeSiteNews. “Certamente isso era algo que estava se movendo em nossos corações também.”

Terrence denunciou publicamente o evento blasfemo como odioso e pediu a todos os católicos que rezem em reparação pelo dano espiritual que está sendo planejado.

“Violar e zombar da missa – que é o que esse ritual satânico faz – é odioso e afetará mais do que aqueles que participam dele”, disse ele ao Catholic Register .

“Eu estou pedindo aos grupos de oração intercessores que orem por aqueles que planejam participar deste evento [de massa negra] para que eles se afastem do caminho das trevas e se voltem para a luz da fé”, disse ele.

O arcebispo vai oferecer missa em uma igreja paroquial na manhã de 17 de agosto “em reparação pelos danos que ocorrerão no sábado à noite”, disse ele.

A missa negra está sendo organizada por Nicholas Marc, diretor nacional do Templo Satânico do Canadá, e será realizada no The Koven, na 93 Murray Street, às 22h do dia 17 de agosto.

- Continua após a publicidade -

 

Marc disse ao Global News que esta será a primeira missa negra pública no Canadá. Em resposta às perguntas da arquidiocese e LifeSiteNews, ele disse que o ritual envolverá blasfêmia, mas que um anfitrião consagrado não será usado.

Orações fora do Koven para ‘consolar nosso Senhor’

Os padres serão acompanhados no sábado à noite por leigos católicos em oração silenciosa em frente ao Koven, em uma reunião organizada por Michael Dopp, da Paróquia de St. Maurice, em Nepean, junto com seu colega paroquiano, John Pacheco.

Dopp ouviu falar pela primeira vez sobre a missa negra depois que seu padre mencionou a missa na terça-feira, a qual sua esposa compareceu.

“No dia seguinte, minha esposa pensou que ela deveria descer e estar presente ali, e a imagem que se aproximava dela era a imagem da cruz, onde Maria e os discípulos estavam ao pé da cruz para servir de consolo a Nosso Senhor. como Ele foi crucificado ”, disse Dopp à LifeSiteNews.

“Aqui também, neste evento perverso, Nosso Senhor está sendo ridicularizado e blasfemado e ela queria estar presente a Ele em consolação.”

Dopp enviou um e-mail pedindo que as pessoas se juntassem a eles.

Enquanto muitos católicos estarão orando em suas paróquias, “peço-lhes, no entanto, que considerem fazer um testemunho público de nossa fé e que estejam comigo no local deste mal”, escreveu ele.

“É hora de ser corajoso.”

Ele também pediu que as pessoas permanecessem em oração até que o bar fechasse. 

“Será uma noite tardia, longa e difícil. Mas também será uma noite de muitas graças ”, escreveu Dopp. 

PETIÇÃO: Pare com a missa negra satânica em Ottawa! Assine a petição aqui.

O grupo se encontrará nos degraus da Catedral de Notre Dame às 21h30 e prosseguirá até o The Koven, a cerca de cinco minutos a pé.

De acordo com o padre que falou ao LifeSiteNews, é “o desejo” do Arcebispo Terrence estar na própria Catedral de Notre Dame “abençoar realmente as pessoas no caminho até lá, enquanto ele dedica tempo para interceder com o resto do povo no Catedral ”, onde também será realizada uma vigília de oração.

Ele e seus irmãos sacerdotes “farão orações de proteção para o povo. Se alguém quiser alguma água benta ou sal abençoado, devidamente abençoado e exorcizado, nós levaremos nossos livros para esse propósito. ”

Dopp disse à LifeSiteNews que, enquanto outros grupos estarão “fazendo coisas diferentes”, o “único objetivo é estarmos lá para orar, para todos os envolvidos, aqueles na cidade, para orar contra o mal que está sendo cometido”.

 

- Continua após a publicidade -

 

“Estaremos circulando em volta do quarteirão do pub … Apenas saindo de dois em dois circulando o quarteirão, rezando nosso rosário em silêncio, por essa intenção em particular, orando de alguma forma para conter o mal.”

Os sacerdotes estarão orando “em frente ou muito perto da entrada do pub com um crucifixo e eu acho que eles farão orações mais audíveis”, disse Dopp. 

Calendário do ritual blasfemo “curioso” 

“Os principais objetivos da reunião [católica] são honrar a Jesus, por reparação por essa blasfêmia, e testemunhar às almas perdidas e confusas que estão participando dela”, disse Pacheco à LifeSiteNews.

“Embora os organizadores [da massa negra] afirmem que é apenas uma expressão de liberdade e liberdade pessoal, na realidade é exatamente o oposto, é uma escravidão ao diabo que é realmente real”, disse ele.

Além disso, enquanto os organizadores da missa negra “afirmaram que um anfitrião consagrado não será usado … dificilmente podemos adotar a palavra deles para isso”, acrescentou Pacheco.

“Sabemos que a Eucaristia é usada em missas negras convencionais e sua profanação representa a exata inversão do que os católicos fazem: adorar e adorar Jesus no Santíssimo Sacramento. É por isso que é ainda mais necessário que nos mostremos e nos oponemos a essa profanação perto do lugar em que está acontecendo, como sinal de reparação e resistência ”.

Pacheco disse que acha “curioso” que o evento blasfemo “caia em dois dias de festa mariana” – 15 de agosto, a Assunção, e 22 de agosto, a Rainha de Maria.

“Quando ouvi pela primeira vez sobre a missa negra, a primeira coisa que veio à minha cabeça foi o Rosary Bowl ”, que aconteceu no Lansdowne Park, em Ottawa, em 22 de agosto, ele disse ao LifeSiteNews.

“O momento é coincidência demais.”

- Continua após a publicidade -

 

Ele pediu aos católicos que frequentassem o Rosary Bowl, o primeiro no Canadá, “para apressar a vitória de Nossa Senhora sobre o diabo, tornando conhecida sua poderosa intercessão diante de Deus”.

“À medida que os ataques espirituais aumentam, os católicos precisam se tornar cada vez mais publicamente engajados em sua fé para evangelizar e reintroduzir os canadenses em sua herança cristã e católica”.

Lianne Laurence | Tradução: Equipe Templário de Maria