fbpx

PORTA DOS FUNDOS: BLASFÊMIA E ESCÁRNIO CONTRA A FÉ CRISTÃ

Formações, análises e notícias católicas

PORTA DOS FUNDOS: BLASFÊMIA E ESCÁRNIO CONTRA A FÉ CRISTÃ

Em menos de dois meses atores da Rede Globo, por duas vezes, zombaram e escarneceram da Igreja e da Virgem Maria. Primeiro em vídeo de apologia ao aborto, depois no programa “Zorra”, onde ridicularizaram a pessoa da mãe de Jesus Cristo, caricaturando de maneira espúria a aparição de Nossa Senhora em Fátima.

No embalo das agressões a Fé Cristã o grupo “Porta dos Fundos”, em plena celebração do Natal de Jesus Cristo, zomba, ridiculariza e escarnece de modo vexatório a Sagrada Família (Jesus, Maria e José) e ultraja especialmente a pessoa de Jesus e de Deus Pai. Faz São José e o próprio Jesus passarem por “cornos”, apresenta Jesus como um embromador, imoral e pervertido e seus seguidores como embusteiros que buscam apenas levar vantagem financeira através da divulgação de uma mentira que seria o conteúdo da fé cristã, etc…

A pretexto de se fazer humor, porta dos fundos e outros humoristas faltam o respeito e se ofende de maneira grosseira a fé de 170 milhões de brasileiros.

Assista ao vídeo do Padre Rodrigo Maria:

A liberdade de expressão não pode ser entendida como salvo conduto para ofender as pessoas, atentar contra sua moral ou agredir a fé de quem quer que seja, por isso mesmo a justiça prevê processo para os casos de calúnia, difamação e injúria. E no caso de grave desrespeito a fé ou aos símbolos sagrados, o processo de ultraje ao culto.

É necessário que os cristãos se mobilizem para combater essa agressão injuriosa a Nossa Fé. É necessário que as instituições religiosas e mesmo os indivíduos capazes e organizados abram vários processos contra essa gente que não tem respeito a religião que é cara a grande parte do povo.

Nenhum de nós gostamos de ver nossa mãe, nosso pai, nossa família ou a nós mesmos vilipendiados, zombados e escarnecidos, especialmente quando essa ação leva ao prejuízo de nossa imagem, de nossa boa fama e de nossa honra. E se nós não suportamos passivamente esse tipo de investida contra nós ou contra quem amamos, com muito mais razão não o devemos tolerar quando é feito contra o que temos de mais sagrado que é a nossa fé e a honra de nosso Deus.

Há uma diferença fundamental entre criticar uma religião, ideia ou pessoa e zombar e escarnecer de pessoas ou religiões. Qualquer tem a liberdade para não concordar ou criticar o que ou quem quiser, mas tem o dever de o fazer de modo a não ofender a honra ou vilipendiar o que é tido por sagrado por uma determinada confissão. Deve se respeitar as pessoas e a fé delas ainda que tudo se critique, em nada se creia ou com nada se concorde.

Não podemos ser indiferentes ou passivos ou iremos ver esse tipo de agressão crescer sempre mais e ter que assistir nossos filhos serem confundidos no amor e respeito que se deve ter a Deus e ao sagrado, a serem zombados por serem cristãos, ocasionando o perigo a eles de começarem a ver a fé sem a reverencia e respeito que lhe são devidos.

Se nada fizermos estaremos condenados a presenciarmos blasfêmias cada vez maiores e mais ousadas contra tudo o que nos é mais caro.

É preciso processar judicialmente a esses grupos e pessoas que ultrajam nossa fé. É necessário acionar todos os mecanismos legais para tentar impedir ou inibir novas iniciativas do gênero.

- Continua após a publicidade -

 

Juntamente com isso devemos conscientizar os cristãos para que se retirem desses canais blasfemos ou neles não se escrevam.

Por fim, aqueles que têm a graça de crer e conservam o amor e o respeito a Deus, devem fazer reparação por tantos ultrajes e desrespeito contra Ele.

Em Fátima Nossa Senhora mostrou o inferno aos pastorinhos e as almas daqueles que ali caíam por desprezarem a doutrina, o amor e a misericórdia de Jesus Cristo. Que será então daqueles que não apenas desprezam, mas ainda blasfemam e escarnecem dessa mesma fé?

Parece que em nossos dias a busca do que leva ao inferno tornou-se tão grande que foi preciso que o diabo abrisse as “Porta dos Fundos” para melhor atender seus seguidores…

Digamos sempre: “Meu Deus eu creio, adoro , espero e amo-vos. Peço-vos perdão por aqueles que não creiam , não adoram e não vos amam”.

Templário de Maria